sexta-feira, 6 de julho de 2007

SANGUE

INTRODUÇÃO
• O sangue constitui-se uma massa líquida vermelha que circula
de forma unidirecional num sistema fechado: sistema
circulatório.
• Viscosidade maior que a da água;
• Temperatura de 38 °C (regulação do calor);
• pH entre 7,3 e 7,4;
• Perfaz em torno de 8% do peso corporal de um adulto
(volume de ± 5,5 litros)
FUNÇÕES
 Transporte
 Defesa
 Hemostasia
 Homeostasia
Introdução
Formado de 2 fases:
 Plasma (solução aquosa)
 Elementos figurados: eritrócitos, leucócitos
(granulócitos e agranulócitos) e plaquetas.
Plasma
Solução aquosa (proteínas, sais inorgânicos,
aminoácidos, vitaminas, hormônios, lipoproteínas,
fosfolipídeos, glicose);
Proteínas
 Albuminas  pressão osmótica ( causa edema)
 Gamaglobulinas  anticorpos
 Fibrinogênio  coagulação
OBS: plasma sem fibrinogênio = SORO
COMPONENTES DO SANGUE
Os elementos figurados do sangue são:
 Eritrócitos (glóbulos vermelhos ou hemácias);
 Leucócitos (glóbulos brancos);
Leucócitos granulares (granulócitos)
 Neutrófilos
 Eosinófilos
 Basófilos
Leucócitos agranulares (agranulócitos)
 Linfócitos
 Monócitos
 Plaquetas (trombócitos)

Leucócitos
Granulócitos (Polimorfonucleares):
 Núcleo irregular
 Grânulos citoplasmáticos
 Tipos: neutrófilos (60-70%)
eosinófilos (2-4%);
basófilos (0,5-1%)
Agranulócitos:
 Núcleos mais regulares
 Ausência de granulações específicas
 Tipos: linfócitos (20 – 50%)
monócitos (1 – 5%)
Leucócitos
Hematócrito
Sangue
Anticoagulante
(heparina)
Centrifugação
3 camadas
sedimentares
Hematócrito
 É um procedimento diagnóstico simples e
importante na avaliação de doenças
hematológicas
 Mulher = 35-45%
 Homem = 40-50%
 Policitemia: Hemácias
 Anemia:  Hemácias
Eritrócitos (hemácias)
 São discos bicôncavos sem núcleo que contêm
hemoglobina (durante a maturação, o eritrócito perde o
núcleo e outras organelas)
 A função das hemácias é transportar hemoglobina
 Estímulo para produção: baixa quantidade de oxigênio
entregue aos tecidos
 Vida média de 120 dias  digestão pelos macrófagos
(baço).

Eritrócitos (hemácias)
 Local de produção: fígado, baço e
linfonodos (gestação); medula óssea
de todos os ossos (último mês de
gestação e após o nascimento;
medula óssea dos ossos
membranosos (acima dos 20 anos de
idade)
Hemácias com dimensões anormais;
 Macrócitos:  8 μm
 Micrócitos: 6 μm
Reticulócitos: hemácias jovens que saem da medula
óssea com uma certa quantidade de ribossomos
Valores normais:
 Homem (4,1 - 6 milhões/mm3 de sangue);
 Mulher (3,9 – 5,5 milhões/mm3 de sangue).

Hemoglobina
 Proteína básica (eritrócitos são acidófilos)
 Formada por 4 subunidades, cada uma
contendo um grupo heme (contendo Fe2+)
ligado a um polipeptídeo (2 e 2, , )
 3 tipos são considerados normais:
A1 = 22 (97% da Hb do adulto)
A2 = 22 (2% da Hb do adulto)
F = 22 (1% da Hb do adulto)
Causas da anemia
 Perda de sangue ou seja hemorragia;
 Produção insuficiente de hemácias na medula óssea;
 Produção de hemácias com pouca hemoglobina,
geralmente por deficiência de ferro na alimentação;
 Destruição acelerada das hemácias;
 Doenças que provocam modificações na hemoglobina.

Leucócitos
 Células brancas do sangue
 Defesa celular e imunocelular
 Diapedese
 Quimiotaxia
 Número: 5.000 a 10.000 por mm3 no adulto
normal (700 hemácias : 1 leucócito)
 Leucocitose: aumento de leucócitos
 Leucopenia: diminuição de leucócitos
Possuem antígenos na suas membranas
(MHC/Complexo Principal de
Histocompatibilidade)
Neutrófilos
 Núcleo com 2 a 5 lóbulos (geralmente 3), ligados
entre si por finas pontes de cromatina
 60-70% dos leucócitos
 Bastonetes: células jovens, onde o núcleo não é
segmentado. Aumenta o número no sangue em
infecções bacterianas
 Hipersegmentados: neutrófilos com mais de 5
lóbulos (células velhas)
Neutrófilos
 Corpúsculo de Barr nas mulheres (cromatina
sexual ou cromossoma heterocromático x)
 Célula com grande capacidade de fagocitose
(participa dos processos inflamatórios)
 Produzem radicais livres para destruição de
bactérias fagocitadas
 Tempo de vida: 4 a 8h no sangue e ± 5 dias nos
tecidos

Eosinófilos
 Menos numerosos (2-3% dos leucócitos)
 Núcleo em geral bilobubado;
 Granulações ovóides (eosina  acidófilos), importante
para a identificação
 Atuam no combate a parasitas
 Fagocitose de complexos antígenos-anticorpos ( nas
alergias, asma e reações à drogas - eosinofilia)
Eosinófilos
 São atraídos para áreas de reações alérgicas
pela histamina (basófilos e mastócitos)
 Sua atividade defensiva é realizada pela
liberação do conteúdo de seus grânulos para o
meio extracelular e fagocitose de complexos
antígeno-anticorpo
 Os corticoesteróides diminuem a quantidade
de eosinófilos no sangue
 Tempo de vida: 4 a 8h no sangue e ± 5 dias
nos tecidos

Basófilos
 Núcleo volumoso de forma irregular e retorcida
(“S”).
 Grânulos grandes: heparina, histamina; fator
quimiotáxico para neutrófilos e eosinófilos
 Menos de 1% dos leucócitos (difícil visualização).
 Participam dos processos alérgicos e possuem
receptores para imunoglobulinas E
 Tempo de vida: 4 a 8h no sangue e ± 5 dias nos
tecidos

Linfócitos
 Células pequenas esféricas (6-18 μm);
 Núcleo esférico grande; pouco citoplasma;
 Aumentam em número na resposta viral;
 2 tipos básicos: Linfócito B e Linfócito T
 Os linfócitos são menores que os monócitos.
Linfócitos
 São produzidos quando em contato com um
antígeno. Ocorre a produção de CÉLULAS B E
T PARA DESTRUIÇÃO DOS ANTÍGENOS e
CÉLULAS B E T DE MEMÓRIA IMUNOLÓGICA.
Assim quando há exposição subseqüente ao
mesmo antígeno, a liberação de células T
ativadas ou plasmócitos ocorre de maneira
muito mais rápida e mais potente do que da
primeira vez
Linfócito B
 Local de produção: medula óssea,
posteriormente é armazenado nos órgãos
linfógenos (fígado, baço e linfonodos)
 Tempo de vida: saem dos órgãos linfógenos,
ficam algumas horas na circulação e vão para
os tecidos(semanas, meses ou anos)
 Função: secretam anticorpos que são agentes
reativos capazes de se combinar com
antígenos e destruí-los.
Linfócito T
 Local de produção: começa sua produção na
medula óssea, completa sua maturação no
timo e se aloja nos órgãos linfógenos (timo,
baço e linfonodos)
 Tempo de vida: saem dos órgãos linfógenos,
ficam algumas horas na circulação e vão para
os tecidos (semanas meses ou anos)
 Função: desenvolvem grande diversidade que
lhes permite reagir com antígenos específicos

Monócitos
 Núcleo ovóide ou em forma de rim ou
ferradura (mais maduros);
 A cromatina aparece em arranjo mais frouxo e
delicado do que nos linfócitos
 Presentes nas inflamações (fagocitose)
 Tempo de vida: 10 a 20h no sangue
 Nos tecidos é denominado MACRÓFAGO

Plaquetas
 Local de produção: medula óssea
 Duração: 10 dias no sangue
 Função: importante papel na
hemostasia

Doenças relacionadas com os
leucócitos
 Doenças auto-imunes
 Leucopenia
 Leucemias

3 comentários:

Breno disse...

ajudo muito na minha prova
vlw

Welvys disse...

otimo conteudo para dar uma revisada antes da prova. Valeuuuu!

Carina disse...

me ajudou muito no meu trabalho, mt obrigada